Slideshow

17/04/2019 09:32 portalpopline.com.br

O que há por trás da escolha da personagem “Madame X” para a nova fase de Madonna

Madonna vem deixando fãs de música pop ao redor do mundo em polvorosa ao dar dicas do que se pode esperar de “Madame X”, seu 14º álbum de estúdio. Já sabemos das participações especiais do álbum, além da retomada da parceria com o produtor franco-afegão Mirwais Ahmadzaï, responsável pelo álbum “American Life”, de 2003, além de faixas de “Music” (2000) e “Confessions on a Dance Floor” (2005). Muito da curiosidade já vem sendo satisfeita a partir dos anúncios conhecidos por todos, e agora só nos resta perguntar: o que está por trás da Madame X?

Essa não é a primeira vez que Madonna recorre a um alter ego para apresentar um novo trabalho. Em “Erotica” (1992), fomos apresentados à dominatrix Dita, em um ambicioso projeto que envolveu não apenas um álbum, mas também “Sex”, um luxuoso livro (hoje fora de catálogo e item de colecionador) com cliques de Stephen Meisel e convidados como a atriz Isabella Rosselini e a modelo Naomi Campbell. Em “Erotica”, Madonna nos brindou com seu álbum mais impactante e controverso, abordando temas diversos como descoberta e exploração da sexualidade, romance e AIDS, revolucionando não apenas a própria carreira, mas a música pop como um todo.

Madonna como Dita
Mas o que Dita tem a ver com a Madame X? Teorias não faltam. Para alguns, somente a escolha de representar um alter ego novamente é motivo para esperar uma “Dita 2.0” ou algo do gênero. Na divulgação de “Madame X”, o protagonismo da letra “X” atiçou a curiosidade de alguns fãs, já que Madonna teria chegado a cogitar que o livro de 1992 se chamasse “X”. Em tempo: na contracapa de “Sex”, o livro, há um grande “X” estilizado entre parênteses.
Imagem collectors.com

Outros fãs chegam a especular até mesmo a possibilidade de reedição do livro, apontando a quantidade de fotos que teriam sido descartadas na publicação original e mereceriam ver a luz do dia.

Um olho atento pode perceber que, no calendário oficial de 2019, onde cada mês é representado por um álbum, “Erotica”, quinto disco de estúdio (e que logicamente representaria o mês de maio, quinto mês do ano) está representando o quarto mês, abril. Há ainda quem aponte a imagem atual do perfil da cantora, no Instagram: um chicote entre os lábios de uma mulher, provavelmente Madonna, remete à imagem de uma dominatrix.

Reprodução Instagram
Foto calendarclub.co.uk

Seria apenas a faceta de amazona da Madame X? Numa hora dessas, “Madonna é conhecida por não se repetir” se torna um verdadeiro mantra, mas também conhecemos sua capacidade de se reinventar para oferecer algo relevante para seus ávidos fãs. Só nos resta agora esperar o que a Rainha do Pop nos reserva.

“Medellín”, primeira faixa do novo álbum de Madonna, conta com a participação de Maluma e já sai nesta quarta-feira junto com a pré-venda de “Madame X”, que deverá lançado em junho. Além de Maluma, o disco também conta com participações de Anitta, Quavo e da compositora Starrah.


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo